Resenha- Adormecer do Fogo- Ben Green

Olá leitores! Venho trazendo para vocês resenha do Livro  Adormecer do Fogo. Ele foi enviado pelo autor  Ben Green, parceiro do Jornalismo na Alma. Espero que gostem e se interessem pelo mesmo. Busquei colocar os principais pontos negativos e positivos que encontrei de forma objetiva. Quem quiser conferir entrevista com Ben Green basta clicar AQUI! 

FICHA TÉCNICA
Autor: Ben Green
Gênero: Romance, Ficção
ISBN: 9788564469952
Nº de páginas: 288
Dimensão: 14x21
Onde comprar? Livraria Cultura

NOTAS
Capa: 10
Conteúdo: 8,0
Diagramação: 10
Nota geral: 9,33


Luta em busca do sagrado fogo
Por Paloma Viricio

Visão Geral
Se sua existência dependesse basicamente de um único elemento: O fogo? E se a extinção desse elemento fosse a responsável pela perda de uma tribo inteira ou grande parte dela? Você seria capaz de arriscar a vida para resgatar essa vertente perdida? Adormecer do fogo é um romance/ficção do autor Ben Green, lançado pela Editora Dracaena e totaliza 288 páginas de muita ação.

A trama conta a estória da tribo pré-histórica Gha-laad. Eles possuem o Ghaad (uma recipiente que armazena uma chama de fogo) e zelam por ele há gerações, pois acreditam ser algo sagrado. E assim o fazem porque não possuem os conhecimentos necessários para a criação do mesmo. Tudo começa a mudar quando a tribo é atacada por um bando de outra espécie selvagem titulada de Aixians. Além de perderem membros da Gha-laad, eles sofrem com o adormecer da chama sagrada... Perdem o fogo. Quando tudo parece estar acabado, um grupo de indivíduos da tribo resolve sair em busca de uma nova chama e a aventura é ativada fazendo o leitor alimentar várias sensações: curiosidade, angústia, medo, emoção e até amor.

O livro é muito bom e indico porque a leitura é gostosa e puxa o receptor para o universo proposto pelo autor. Entretanto alguns quesitos chegam há serem um pouco incômodos. No início a leitura não é nada fácil de adaptar-se. Até o leitor situar-se no ambiente em que a trama é desenrolada demora mais do que o esperado.  Os nomes dos personagens são bastante complicados e demorei mais do que a metade do livro para identificar cada um quando era citado tornando a leitura um pouco cansativa inicialmente. Exemplos de nomes que posso citar são: Me-feu, Fi-aria, Ri-zir e Sa-tû, sendo esses últimos os meus personagens favoritos. Porque a primeira é uma jovem escriba da tribo e bastante corajosa. O segundo é um caçador misterioso, que retém inúmeros conhecimentos sobre a terra e experiência maior, por ter sobrevivido longe da tribo por um tempo.

Fora esses pontos negativos, o livro é maravilhoso. Não encontrei erro de espécie alguma durante a leitura. Apaixonei-me pela forma de escrever de Ben Green, quando o assunto é descrição. Ele tem uma maneira única de colocar as ideias no papel e muitas vezes me senti inserida na trama literalmente. O final é bastante interessante e valeu os “contratempos” que enfrentei no início da leitura. Acredito que se não fossem os mesmos a obra seria perfeita. Uma boa reflexão que adquirimos com o livro é a do tempo em que o homem era mais bicho do que humano. Os instintos falavam mais alto e a ignorância predominava. No livro, Sa-tû já conhecia o sinônimo do riso, por exemplo, enquanto toda a tribo não fazia a menor ideia do que isso significava. Era tudo meio que na base do grito. E quando Sa-tû ria alto eles se assustavam... E confesso que era bem engraçado quando acontecia isso.

Trazendo esse conceito para dias atuais, podemos dizer que alguns conflitos gerados entre as pessoas ainda são incendiados pela ignorância de um ou outro que não respeita ou aceita as diferenças... Existe muito ser pré-histórico ainda no século XXI.
Não posso deixar de mencionar que o livro me lembrou demasiadamente um filme chamado A guerra do fogo (www), criado em 1981 e que contava uma história bem semelhante á ideia principal do mesmo. Conheci esse filme na faculdade e gostei bastante porque mostra que o fogo pode ser considerado um grande passo do homem na pré-história e até mesmo uma forma de comunicação como as sucessoras fala e escrita. 

Sobre o autor
Ben Green é, sem dúvida, um engenheiro apaixonado pelas artes. Eclético, suas predileções vão desde sua vasta coleção de óperas aos quadrinhos pouco conhecidos no Brasil. Apaixonou-se pela literatura fantástica muito cedo ao ler uma versão da história de Carlos Magno e logo em seguida, As Brumas de Avalon. Após conhecer O Senhor dos Anéis, interessou-se pelo afamado jogo de RPG (Role Playing Game) e despendeu inúmeras horas em longas, emocionantes e divertidas narrativas.
Os estudos intensos da engenharia interromperam aquele que poderia ter sido seu primeiro livro, onde já figuravam as belicosas e indestrutíveis Aixians e a apaixonante “Cabelos de Fogo”. Já na vida profissional, conheceu diversos lugares, países, culturas e situações inusitadas, como a que se encontrou de repente preso em uma nevasca na cidade de Zügspitze, o ponto mais alto da Alemanha.
A intensidade das sensações e a sua atenta visão sobre as nuances nas divergências culturais entre povos, motivaram-no a retirar a antiga obra da gaveta. Inspirado pela belíssima arquitetura de Mont Saint Michel, norte da França, onde se hospedou para escrever, transformou o manuscrito em caderno em uma belíssima e completa obra. Dez anos após o seu início, Ben Green estreia com uma obra amadurecida e impregnada do olhar crítico de um grande observador. Fonte: Site Oficial do autor.

Contato


Licença Creative Commons
O trabalho Luta em busca do sagrado fogo de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.
Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos. 

47 comentários:

  1. Paloma, parece bacana esse livro hein? Mas fiquei receosa porque eu já tenho problema pra decorar nomes de personagens, se estes são dificieis então, fodeu ioehoehoehoehoe

    Bom feriado =)

    Beijos!
    Nathália • Fashion Jacket

    ResponderExcluir
  2. oieee amoree!!
    hummm..legal saber sobre o livro!! *-*
    Bom feriado pra vc

    http://delicadinhah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Pela sua belíssima resenha deu pra ver que o livro é realmente muito bom, mas como não curto este tipo de história, não me atraiu tanto assim!
    Mas, gostei muito da sua resenha. Bem explicadinha!

    Bjinhos ;*
    Pâm

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro ainda, fiquei com vontade de ler, mesmo que os pontos negativos que você citou são os que eu mais odeio em livro =X
    Eu também tenho muita raiva quando tem nomes de personagens difíceis, eu não consigo continuar a leitura porque não me lembro mais quem é quem... E sabe o que me estressa mais? Quando os autores são nacionais! Por favor, nomes brasileiros!!
    Acho que é o mal da maioria dos autores novos, talvez se inspirem em livros estrangeiros... Sei lá!
    Fora isso, a história parece que é inovadora ^^
    Gostei da ideia!

    Beijos
    Espero sua visitinha
    http://livrosebatons.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Parece um ótimo livro, adorei a resenha! Deixei meu G+1 *--* beijão amiga, ótimo feriado.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Nós temos parceria com esse autor também, e não vejo a hora de ler o livro dele! A sua resenha foi bem favorável, o que deve significar que o livro é bom.
    Parabéns pela resenha
    Beijos

    Andressa
    umdiaacadalivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia ainda :)
    Beijos, beijos.

    http://queridaga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu considero os pontos que você levantou na resenha cruciais, como a parte da leitura pesada e confusa até determinado momento.

    Confesso que nunca li nada sobre o tema pré-histórico e isso me deixou muito interessado. Foi bom saber que mesmo com os pontos negativos o livro ainda te deixou maravilhada.

    Parabéns pela resenha, ela está cheia de informações relevantes e isso é ótimo :)

    Abraços.
    http://oepitafio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Uau, a capa é de tirar o fõlego e a proposta é totalmente nova, gostei da idéia de uma tribo e tudo o mais, a resenha me animou a ler o livro, gostei ^^

    ResponderExcluir
  10. Tuas resenhas são sempre muito completas, impressionante como fico com vontade de ler tudo que você nos mostra.
    beijo!

    Ver nas Unhas

    ResponderExcluir
  11. Ele parece ser um bom escritor, não conhecia o obra. Não é nem de longe o tipo de leitura que eu gosto rs Mas ainda sim me deixou curiosa ...

    ResponderExcluir
  12. Oi Paloma!
    Não conhecia o livro. Mas eu fiquei meio em dúvida se gostaria ou não da leitura. O livro tem uma premissa interessante, mas não sei se me fisgaria.
    Enfim, parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  13. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas pelo que escreveu parece ser uma ótima leitura.
    Meio sem tempo de ler qualquer coisa sque não sejam matérias da faculdade rs.
    Resenha - Profundamente Sua - Sylvia Day
    Passa lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Esse livro parece ser mara hem! =D
    Adorei a resenha! Ótima!

    Beijos
    @diariodelooks

    ResponderExcluir
  15. nossa que capa linda o_o e o livro parece mesmo muito bom você deu quase a nota maxima! e você também foi bem sincera gostei <3 acho que esse vai pra minha lista

    http://himi-tsu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oie!

    Que abordagem interessante. Acredito que seja a primeira vez que vejo um livro tratar sobre este assunto, me pareceu bom mesmo.

    É mesmo complicado quando começamos uma leitura maçante, quase parando, dá até uma dorzinha de cabeça, né? Mas quando a história se desenvolve melhor, até mesmo se for lá pela metade do livro, a leitura vale muito a pena.

    Bjins

    www.dicasoutravessuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Ótima resenha. O livro parece interessante.=)
    Bj

    http://cutekurafuto.blogspot.com.br



    Loja: http://lilysweetstore.mercadoshops.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Hum, que demais essa resenha, o livro parece ser legal, vou comprar um para eu ler tbm.

    vidaadegarotaa-vdg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Nã faz muito meu tipo de leitura, mas parece ser ótimo achei a capa linda.

    ResponderExcluir
  20. Os nomes dos personagens são bem diferentes :)

    Beijos
    macaaverdee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Parece ser bom o livro mas eu não sou muito chegada a livros assim tipo antigo sabe meio de época, eu gosto de coisas atuais eu sempre gostei assim rsrs
    tava com saudades daqui ♥ ainda bem que estou de ferias agora \o/
    bjinhos
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Adorei a sua resenha, eu tenho muita vontade de ler este livro, ele parece ser bem legal.
    Beijos.

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. achei bem interessante, puxa pro lado histórico um pouquinho também né?
    Cantinho da Menina Cristã (entre pelo perfil)

    ResponderExcluir
  24. Esse livro parece ser bem interessante, nunca tinha ouvido falar nele. Acho que vou baixar o e-book dele para ler :)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Deve ser um bom livro, gosto de livros que me prendem, mas quando li sua resenha vi que não é bem o estilo de livro que gosto de ler, mas se por acaso eu comprar esse livro, possar ser que eu goste kk. Beijão
    (blogdaingridzinha).blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. eu gostei muito do livro e da capa *--*
    essa foi a primeira resenha q eu li dele.

    ResponderExcluir
  27. Parece ser um livro muito bom mesmo. Eu tb nao curto nomes assim, por mais que tenham algum significado e importancia. Qdo o nome é dificil ou estranho, fico meio que com uma antipatia e procuro ler pulando os nomes, ou dando outros nomes na minha cabeça ahahahahaha

    Fiquei curiosa mesmo não sendo meu tipo de leitura preferida
    Parabens pela resenha!

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  28. Olá gatona =) Td bem ?

    Nossa parece ótimo esse livro menina !!!! adorei o post e a resenha!!!

    http://quero-ser-ryca.blogspot.com.br

    bjão tenha um lindo fds ;*

    ResponderExcluir
  29. Olá, Paloma.
    A capa é maravilhosa! O conteúdo não é o meu tipo de leitura, mas quem sabe né?

    Beijos,
    Emily Swan
    http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Não é meu tipo de leitura, mas gostei de ler sua resenha amiga, vc é 10
    Bom fim de semana e bom feriado da Coiciência Negra, dps volto
    Bjssss

    ResponderExcluir
  31. Apesar de ter achado o autor muito inteligente e simpático, e ser apaixonada por estórias no estilo de Senhor dos Anéis, envolvendo terra média e coisas do gênero, não leio tanto livros do gênero, pois os acho cansativos, já que são muito descritivos.
    Talvez um filme seria bem bacana, interessante, criativo e chamaria mais minha atenção!

    Beijocas!
    Tapete Vermelho
    Fan Page Tapete Vermelho



    ResponderExcluir
  32. Não conhecia tão profundamente o livro ainda, curiosidade total agora. É uma pena que tenha tido esse demora de acostumar com os nomes dos personagens, também não gosto quando isso acontece.
    bela resenha!


    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  33. Se eu escrever "que foooooda", serei censurada? haha *-*

    *Vitamina de Pimenta*

    ResponderExcluir
  34. deve ser lindíssimo e apaixonante esse livro!
    bjs, um ótimo final de semana
    Vivi
    http://www.viviass.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Bem, eu nunca ouvi falar, mas sua resenha esta muito boa.

    ResponderExcluir
  36. Muito bacana,tema bem diferente. Acho que é natural um estranhamento com palavras diferentes. Eu já tive essa experiencia quando li Tumbu,mas amei.

    ResponderExcluir
  37. Realmente os nomes dos personagens e das tribos são difíceis de decorar :/
    Mas, acho que esse não é o tipo de história que eu vá gostar.
    E em uma coisa eu concordo com você, ainda há muitos pré-históricos nos tempos atuais.

    David - Leitor COmpulsivo

    ResponderExcluir
  38. Diferente a historia, mas chamativa e boa, gostei do fato de envolver o fogo, geralmente e a água que é o dom precioso na literatura o fato de ser o fogo já que a maioria tem pavor torna a leitura mais atraente.

    http://blogversoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. resenha legal
    mais esse tipo de livro naum chama minha atenção , mas parabens pela resenha!

    ResponderExcluir
  40. Boa noite,

    Não conhecia esse livro e achei interessante....gostei da sua resenha....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  41. Adorei a resenha!Estou lendo e viajando na história! O Ben escreve realmente muito bem! Só sucesso.
    Bjos
    Lilo
    Redenção

    ResponderExcluir
  42. Parece interessante, apesar dos problemas que você teve no início. Gostei da ideia geral do livro.

    beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  43. Paloma
    EStive no encontro no encontro com alguns autores e conheci pessoaolmente Ben Green que foi muito simpático e demais divertido na apresentação do seu livro Adormecer do Fogo.
    Muito boa a sua resenha.Apesar de gostar mais do fantástico romântco a sua reseha me fez pensar em ler esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  44. Ótima tarde a todos! Estou aproveitando o feriado para passar por aqui e conversar um pouco com vocês. Gostaria de agradecer à Paloma por essa belíssima resenha. Comentários ótimos e observações muito pertinentes! Agradeço também o interesse dos leitores demonstrado nos comentários. Achei curiosa a dificuldade com os nomes. A boa notícia é que no no segundo livro da saga, eles estarão mais simples!

    Um forte abraço a todos e tenham ótimas leituras!

    Ben Green
    http://www.facebook.com.br/AutorBenGreen
    http://www.adormecerdofogo.com.br

    ResponderExcluir
  45. Acho que nao conseguiria finalizar a leitura, pois o livro nao chamou tanta atenção assim.

    ResponderExcluir
  46. Que capa linda!!! Eu quero!!!! Com uma sinopse dessa então...passa na frente de outros livros da lista fácil! Hahahaha

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.