Resenha- Angus- O primeiro Guerreiro- Orlando Paes Filho


Paes Filho, Orlando. Angus, o primeiro guerreiro/ OrlandoPaes Filho. –Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2017.Bretanha, ano de Nosso Senhor de 863. Uma invasão dos homens do norte arrasa a Ilha da Bretanha.
Cidades e monastérios são deitados ao chão. Os invasores fazem frente aos maiores reis da Bretanha, tudo se torna árido pela devastação. A morte se espalha por toda parte. Mas há um guerreiro de nome Angus MacLachlan que não parece tombar diante dos ataques daneses. Ele não se curva aos dominadores nórdicos. Parece abençoado, luminoso, assim como luminosa é sua espada a espalhar cadáveres dos invasores. Ele liberta os cativos e propõe uma nova resistência. Unifica reis. Um oponente terrível contra a invasão, que tenta destruir a Bretanha e seus reinos para sempre.

Classificação: 


Ficha Técnica
ISBN-10: 8581638511
Ano: 2017
Páginas: 368
Idioma: português
Onde Comprar? Editora Novo Conceito


Notas
Capa: 08/10
Conteúdo: 09/10
Diagramação: 10/10
Conceito Geral: 90/100

Batalha de honra

Por Paloma Viricio
Visão Geral
O mundo não para. Nada para a chuva ou interrompe a queda das folhas das árvores. E a chuva me consolou, tentando me dar forças para continuar, chorando comigo, misturando seu lamento ao meu. O mundo não para. Eu também não pararia, não desanimaria, e enfrentaria sozinho todos os obstáculos até cumprir o meu destino”, p.120. O céu estaria revolto até Angus conseguir rever todos os inimigos e arrancar com as próprias mãos a cabeça de cada um, esse sim, era seu maior troféu. A vitória em nome da justiça seria feita de qualquer forma.

Angus,o primeiro guerreiro é um romance épico escrito por Orlando Paes Filho que busca mostrar a vivência, cultura e sociabilidade do universo Viking. Há um mercado grande de filmes, séries, livros que englobam os admiradores desse povo que viveu há tanto tempo, mas eu particularmente nunca tinha parado para conhecer nada sobre essa cultura. Devo dizer, que fui surpreendida positivamente com o que encontrei. A escrita de Orlando Paes Filho é extremamente rica. Ele consegue fazer o leitor ser transportado para aquele universo em destaque, no caso, dos Vikings. Gente, não é brincadeira. Parece que você está vivendo naquela época ao ler esse livro. Isso muito me agradou. O interessante é que tive oportunidade de assistir um documentário sobre os Vikings na mesma época que lia o livro. Por isso, mesmo sem conhecer muito sobre essa cultura, foi através do documentário que pude perceber que o autor descrevia perfeitamente a vivência desse povo. Ele foi muito fiel ao falar sobre rotinas, alimentação, vestuário, cotidiano, costumes e tantos outros detalhes.

É preciso deixar bem claro que o livro possui cenas bem fortes. Ás vezes, e por não estar acostumada, fiquei louca com tanta carnificina, guerras e morte. As descrições são tão realistas que chegam a ser fortes. Como disse, ponto para o autor, porque isso faz parte da descrição extremamente realista que ele usou. Afinal, os vikings eram um povo bem louco, sanguinário, saqueador e que matou muitas pessoas no decorrer da sua trajetória. “(...) seus olhos se arregalaram de medo, depois refletiram a dor do golpe que lhe dei, onde o ombro se junta ao pescoço, e quando as Valquírias finalmente levaram sua alma, aqueles olhos agonizantes ficaram baços, sem enxergar mais nada nesta terra”, p.39. Os mosteiros eram os mais atingidos. Os homens que tinham a proteção de Deus, nunca poderiam imaginar que precisariam da proteção física aqui na Terra. Então, eram presas fáceis para eles. Até isso o autor mostrou no livro. Ele também mostrou a relação comercial que esses povos desenvolviam, seus sistemas extraordinários de navegação e armamento.

Digo que a leitura do livro não é das mais fáceis, ainda mais para quem não está habituado. Confesso que os nomes difíceis e algumas cenas de guerra faziam minha leitura ser mais lenta que o normal. Mas, nada que possa afetar tragicamente a conclusão da obra. Gostei bastante. Fiquei feliz com os personagens também. Acho que cada um foi construído em prol do seu objetivo. Falando em personagem, o que mais me chamou atenção foi o conflito interno que o Angus viveu. Em um momento da vida ele teve que reestruturar não somente o físico, mas seus conceitos de religião e poder. Achei interessante a reflexão que o personagem passou a ter, além da mudança que escolheu para si. Esse foi o melhor momento do livro na minha opinião. “Era bem mais fácil lutar contra guerreiros ensandecidos do que enfrentar o desafio de olhar para mim mesmo, de ter de refazer os meus valores, como se tivesse agora de reconstruir não apenas o meu físico, que aos poucos se recuperava, mas também a minha essência”, p.130.  Angus, o primeiro guerreiro é o primeiro volume de uma trilogia medieval. O segundo volume é titulado O guerreiro de Deus e já me desperta muita curiosidade. O autor mescla fatos históricos da humanidade com literatura fantástica, que é um dos meus gêneros favoritos. Aprovado! Pode ler sem medo.

Design e diagramação

A capa é bem legal. Não poderia ser melhor, já que traz a imagem do próprio Angus. O miolo foi impresso em papel pólen, possui letras e espaçamentos confortáveis para a visão. O ponto forte do livro são as ilustrações que o mesmo contém. Gente...é uma mais bem produzida que a outra. Elas dão um detalhe todo especial para a obra, pois estimulam a imaginação do leitor, desenhando cada ocasião na mente que toma conhecimento dos fatos da história. 


Sobre o autor

Orlando Paes Filho nasceu em 1962, em São Paulo, onde vive atualmente; é formado em História pela Faculdade Federal do Espírito Santo. Aos 16 anos, começou a escrever Angus. Já trabalhou como publicitário, piloto de helicóptero e representante dos personagens da Marvel no país. Fonte: skoob.

Licença Creative Commons
O trabalho batalha de honra de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Brasil.


Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.  

12 comentários:

  1. fiquei curiosa com o livro
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Que resenha show!
    Adoro esse estilo épico!
    Nossa que autor simpático kkkkkkk
    Bjos,amiga!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  3. Paloma, não curto muito esse tipo de livro. Gosto de leituras leves.
    Big Beijos,
    Lulu
    BLOG | CANAL

    ResponderExcluir
  4. Oláááá Paloma
    Amoooo a maneira como vc escreve suas resenhas, são instigantes, fazem a gente querer ler o livro e nos proporcionam uma viagem pelas suas palavras.
    Também amo sua sinceridade quando diz que em alguns momentos a leitura flui menos por causa dos nomes difíceis e das cenas mais violentas.
    Acho importante o blogueiro ter essa credibilidade, parabéns!
    Gosto muito de romances épicos e esse com a pegada viking parece ser bem interessante ainda mais que vc diz que o autor fez um ótimo trabalho de pesquisa!
    Fiquei curiosa com a transformação não só do físico em recuperação como a essência do protagonista, assim como reinventar-se, um renascimento!
    Livros com a temática fantástica mesclada a fatos históricos são alguns dos meus favoritos, então já vai para minha lista dos desejados.

    Ahhhh obrigada por comentar lá no bloguito sobre a temática indígena e sobre sua resenha de Amazônia um caminho para o sonho, acabei de vir lá do seu post e comentei lá também.
    Parabéns pela resenha, um escândalo de mara, um tour regional, cultural, histórico, gastronômico e de interação!
    Amei <3

    Bjs e ótima quinta pra ti
    Luli

    Café com Leitura na Rede


    ResponderExcluir
  5. Oi, Paloma!
    Só de envolver vikings e muito sangue eu já quero esse livro! Eu não fazia ideia de como era a história, mas sua resenha deu uma iluminada.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  6. Oi, Paloma! Tudo bem? Eu acho essa capa e as ilustrações do livro lindas. Sem falar que a premissa é ótima. Quero ler o livro em breve. Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. SUPER me interesso por historias de vickings, adorei demais conhecer esse livro mt incrivel!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  8. Amo a história viking, então claro, preciso desse livro! Fiquei super curiosa!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Fiquei simplesmente enlouquecida, preciso desse livro, amei cada detalhe!
    Vou procurar!
    Beijos

    Www.unhasclassicasemodernas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Paloma!! Eu estou lendo Angus - A Origem, mas não estou conseguindo me conectar com tantos personagens, infelizmente, mas vou continuar tentando e em breve leio esse tb! rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir
  11. Oi Paloma,
    Parece uma ótima história, a premissa é boa.
    E vou dizer que a edição ficou bonita mesmo.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, Paloma.
    Apesar de nunca ter lido nada nesse gênero, eu também fui surpreendida positivamente. Como você disse tem algumas cenas que são chocantes, mas a escrita do autor compensa.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.